Mosquitos


Existem a identificação mais de três mil e quinhentas espécies de mosquitos, distribuídos principalmente pela região Neotropical. No Brasil, são popularmente conhecidos como mosquitos, pernilongos, carapanãs, muriçocas, entre outros.

O mosquito passa por metamorfose completa, constituído de ovo, larva, pupa e adulto. Devido ao habito hematófago das fêmeas, os mosquitos tornaram-se vetores de inúmeras doenças de causas bacterianas e virais, além das de origem decorrentes de parasitas protozoários e vermes nematoides.

Doenças que causam: Malária – causada por protozoários plasmodium, transmitido pelo mosquito do gênero Anopheles darlingi conhecido como mosquito preto; Filoriose e a Febre do Nilo Ocidental – causada por vermes nematoides Culex quinquefasciotus conhecido pelo mosquitodo gênero Aedes popularmente chamado de pernilongo ou muriçocas;  Dengue – causada por vírus através do mosquito Aedes aegypti a Chickungunha é outra doença viral semelhante a Dengue; Zica Virus - O Brasil notificou os primeiros casos de Zika Vírus em 2015, no Rio Grande do Norte e na Bahia. Atualmente a sua presença já está documentada em cerca de 70 países. Febre Amarela Silvestre é uma doença viral infecciosa o mosquito transmissor é o Haemagogus Janthinomys. 

A luta do homem contra essas pragas tem se desenrolado desde os primórdios, seja em áreas agrícolas ou urbanas. Realizamos treinamento e capacitação aos nossos colaboradores, para assim termos conhecimento técnico e operacional para implantação e execução do controle de pragas.
 

Entre contato para podermos ajuda-los.

 

Fonte: GENNARO,Marcos (coord.); MENDONÇA.Bruno F.(coord.). Manual de controle de vetores
e pragas sinantrópicas. 1. ed. São Paulo: APRAG,2016.

Mosquitos em Sorriso mt